6 filmes que vão dar um nó na sua mente

Tempo de leitura
3
m

Passado, presente, futuro ou apenas um sonho? Existem filmes que nós vemos, revemos e, às vezes, continuamos sem entender. Narrativas não-lineares que exploram a complexidade e contradição da mente humana e brincam com as possibilidades do futuro, como viagens no tempo e sonhos lúcidos.

Se você gosta de filmes inteligentes que nos fazem refletir, confira essa lista de títulos que, se ainda não viu, precisa reservar um tempo pra assistir já!

// Interstellar (Interestellar)

O filme aborda um tema conhecido no cinema: a necessidade do ser humano encontrar outros planetas habitáveis. Em um futuro não determinado, as reservas naturais da Terra ficam escassas e toda a população mundial irá desaparecer em pouco tempo. Cooper (Matthew McConaughey) aceita a missão de liderar um grupo de astronautas que vão ao espaço procurar um planeta para humanos habitarem, sabendo que, provavelmente, nunca mais verá os filhos.

Vencedor do Oscar de Melhores Efeitos Visuais, o filme de Christopher Nolan é relativamente fácil de entender no início, mas em determinado momento a história começa a ficar bem confusa, já que aborda as diferentes dimensões do tempo. Inteligente, emocionante e com um desfecho inesperado. Sem dúvidas, não é um filme apenas para os fãs de ficção científica!  

// Inception (A Origem)

A história desse filme gira em torno da possibilidade de pessoas terem sonhos lúcidos, uma temática que já abordamos aqui no blog. Clique aqui para conferir!

Don Cobb (Leonardo Dicaprio) é um ladrão que invade os sonhos das pessoas para roubar seus segredos. Ele recebe então a proposta de entrar no subconsciente de um homem para implantar uma ideia nova em sua mente. Se conseguir, será o crime perfeito!  

Só a descrição do filme já é complicada e a forma como a narrativa é construída deixa tudo ainda mais confuso. Essa é mais uma genial produção de Christopher Nolan, vencedora de quatro Oscars, que você precisa assistir mais de uma vez para entender!

// Vanilla Sky

Tom Cruise é o protagonista desse filme de 2001. Seu personagem é um jovem bonito e rico que tem a vida dos sonhos, até que, após sofrer um acidente, fica com o rosto desfigurado e passa a sofrer de alterações no humor e ter delírios.

O filme não é acontece na ordem cronológica convencional e, por esse motivo, você começa a se questionar em que tempo está e o que é realidade ou apenas um devaneio do personagem principal. Mesmo se a história começar a ficar muito maluca para o seu gosto, não desista de assistir! Vale a pena ver o desfecho do filme!

// Fight club (Clube da Luta)

Esse clássico de 1999 é o oposto de Inception, em que a temática eram os sonhos lúcidos. O problema do protagonista em Fight Club é a falta de sono. Jack está cada vez mais insatisfeito com a vida e enfrenta um terrível distúrbio de insônia. Ele então conhece Tyler Durden (Brad Pitt) que o apresenta ao Clube da Luta – um lugar onde as pessoas buscam extravasar suas tensões através de violentos combates corporais.

O narrador da história é o próprio Jack. Porém, no decorrer do filme, percebemos que o personagem está cada vez mais confuso e enlouquecido pela falta de sono e não é mais possível saber se o que ele conta representa a realidade.

// Shutter Island (Ilha do Medo)

Parece que Leonardo DiCaprio gosta mesmo de fazer uns filmes de louco. Literalmente, pois a história se passa em um hospício!  

Na décado de 50, o detetive Teddy Daniels vão a um hospital psiquiátrico, localizado em uma ilha, onde estão internados os maiores criminosos do país, para investigar a fuga de uma assassina. A história acontece inteiramente na ilha, mas é intercalada com as lembranças e sonhos do detetive, que tem mais relação com o lugar do que parece.

// Looper (Assassinos do futuro)

O filme se passa em 2044, quando viagens no tempo são possíveis – mas estão disponíveis apenas no mercado negro. A máfia costuma enviar assassinos, chamados de loopers, ao passado para matar pessoas, já que é muito mais difícil se livrar delas no presente. Joe (Joseph Gordon-Levitt) faz parte dessa organização e trabalha como looper. Porém, em um dia de trabalho descobre que seu alvo é a versão mais velha de si mesmo (Bruce Williams).

A temática de viagem no tempo realmente dá um nó na nossa mente. Chega um momento que você não sabe mais se está no passada, presente ou futuro, por isso, esse é aquele tipo de filme que você não pode nem parar para piscar, ou se perde totalmente na narrativa.

Quais outros filmes deram um nó na sua mente? Conta pra gente!