6 séries de ficção científica para refletir sobre o futuro

Tempo de leitura
3
m

A produção de séries de ficção científica cresceu muito em 2018. Uma pesquisa feita pela Ampére Analysis mostrou que o gênero faz parte de quase um terço das produções originais da Netflix. Ficção científica e fantasia estão em primeiro lugar na preferência do público, ultrapassando o gênero de comédia.

Já que a galera está curtindo, aqui está uma lista de produções modernas de sci-fi para pensar sobre o futuro e se estamos indo para o caminho certo:

// Black Mirror

Não poderíamos começar sem a queridinha do pessoal. A série estreou em 2011 com as duas temporadas exclusivas para o canal britânico Channel 4. Em 2015, a Netflix comprou os direitos e a transformou no sucesso de hoje.

Black Mirror reflete a forma de como estamos vivendo, com a evolução da inteligência artificial, redes sociais e outros ambientes virtuais. Alguns conceitos de tecnologia parecem distantes, mas com uma pegada similar à realidade.

Confira tecnologias da série que já existem aqui

// Westworld

Outro destaque no gênero é produzido pela HBO e teve seu lançamento em 2016. Westworld é baseada no filme homônimo de 1973, mas a história se desenrola de forma bem diferente.

A série apresenta um parque temático tecnologicamente avançado que simula o velho oeste americano. Os robôs do parque, chamados de “anfitriões”, são iguais aos humanos estão lá para entretê-los. Permitem que os visitantes façam o que quiserem com eles, inclusive violência física e sexual.

A cada dia que passa suas memórias são apagadas para que não lembrem o que aconteceu. A série traz algumas questões para refletirmos. Será que as máquinas precisam ter direitos ou são ferramentas subordinadas ao ser humano?

Clique aqui e veja os motivos para assistir Westworld

// Rick and Morty

A animação é inspirada no filme De Volta para o Futuro. Os criadores tentaram parodiar o Doutor Brown e Marty McFly em Rick e Morty, respectivamente.  

A produção discute a sociedade atual em universos paralelos que envolvem aliens, viagens no tempo, gadgets tecnológicos, super-humanos, genética avançada e viagens que, muitas vezes, dão um nó na cabeça.

Os produtores já confirmaram que a animação Rick and Morty foi renovada para mais 70 episódios, ainda sem data de lançamento.

// 3%

A primeira produção brasileira da Netflix já tem 2 temporadas. A série se passa em um futuro, onde a superpopulação e a falta de recursos criaram uma sociedade dividida. Somente uma parte dela tem acesso a um lugar privilegiado.

Todo ano as pessoas que fazem 20 anos participam de um processo de triagem onde 3% dos candidatos passam para viver a vida bem. A seleção mostra o sacrifício por uma vida melhor, ao mesmo tempo em que forças externas controlam quem é privilegiado ou não.

// Perdidos no Espaço

A trama é um remake mais tecnológico da série homônima dos anos 60. Perdidos no Espaço conta a história da família Robinson, que é uma das famílias selecionadas para colonizar um novo planeta.

Ambientada em 30 anos no futuro, eles precisam enfrentar os desafios de começar uma nova vida, conflitos com alienígenas e, ao mesmo tempo, situações familiares.

// Bônus – The First

Por fim, fica a dica de uma série que será lançada ainda esse ano. The First é uma produção da Hulu, criada por Beau Willimon, o escritor de House of Cards, que vai contar a história fictícia do primeiro grupo de humanos a pisar em Marte.

A série vai envolver todo o processo de chegada ao Planeta Vermelho, bem como o drama das famílias que ficaram para trás.

E aí, qual dessas você vai maratonar primeiro?