Figura tecnológica que simboliza ficção científica

Escritores de ficção científica que você precisa ler

Tempo de leitura
4
m

Alguns dos melhores escritores de ficção científica também se consolidaram entre os mais criativos escritores da história. Além de escreverem uma narrativa, eles criaram universos, planetas, línguas, tecnologias, espécies e, principalmente, conseguiram envolver os apaixonados pelo assunto.

Listamos aqui 6 autores e algumas de suas obras mais famosas, para você começar a ler. Confira estes grandes nomes:

// Isaac Asimov

Isaac Asimov escrevendo

O escritor é considerado o primeiro entre os “3 Grandes” da ficção científica, juntamente com Arthur C. Clarke e Robert A. Heinlein. Seus trabalhos complexos são difíceis de criticar, os contos detalham tudo de forma tão coerente, que não deixa nada para a livre interpretação.

Talvez seja por causa dessa característica que seu trabalho, depois de muitos anos, ainda é atual. Ele também previu muita coisa que acabou acontecendo no futuro, exibindo ainda mais sua genialidade.

Principais obras: Série Fundação, sete livros que descreve um futuro distante e como o destino de seus habitantes é influenciada por uma instituição chamada Fundação Enciclopédica, e Eu, Robô, um livro com nove contos que discorrem sobre a evolução dos robôs através do tempo (foi base para o filme homônimo de 2004).

// Philip K. Dick

Fotografia Philip K. Dick

Em grande parte não reconhecido durante sua carreira, seu estilo único de fazer ficção foi mais explorado após sua morte, com várias adaptações para o cinema.

Suas obras foram quase sempre influenciadas por teorias próprias sobre a natureza da realidade, existência e identidade.

Principais obras: Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?, um caçador de recompensas persegue androides em uma San Francisco deserta pós catástrofe nuclear (foi adaptada para o cinema com o título de Blade Runner), e O Homem do Castelo Alto, um livro de distopia passado 15 anos após um final fictício da Segunda Guerra Mundial, onde os EUA ficam entregues à Alemanha Nazista e ao Império do Japão.

// Ursula K. Le Guin

Fotografia Ursula Le Guin

A escritora viu a ficção científica como a única área para ela escrever sobre psicologia, sociologia, sexualidade e outros temas que ela se interessava, dando um toque humanista dentro da ficção. Muitas vezes rotulada como ficção “suave”, os livros dela não deixam de incluir ciência e tecnologia.

Principais obras: A Mão Esquerda da Escuridão, um nativo da Terra é enviado como emissário de um outro planeta para o mundo Gethen, com o objetivo de juntar os dois planetas, e Os Despossuídos, dois planetas-gêmeos com sistemas políticos opostos estão prestes a entrar em guerra – uma alusão à Guerra Fria.

// Arthur C. Clarke

Fotografia Arthur C. Clarke lendo um livro

Membro dos “3 Grandes”, Sir. Clarke foi conhecido por “popularizar” a ciência. Ele tinha vasto conhecimento técnico, que conseguia transmitir didaticamente em seus romances.

Além de escritor, ele abriu uma escola de mergulho no Sri Lanka, onde morou nos últimos anos de sua vida, e apresentou um programa de TV chamado O Mundo Misterioso com Arthur C. Clarke.

Principais obras: 2001: Uma Odisseia no Espaço, uma raça alienígena invisível usa um dispositivo para investigar mundos e encorajá-los a desenvolver vida inteligente, e Encontro com Rama, 50 anos depois de um asteroide cair na Terra, é descoberto um objeto chamado Rama, que na verdade é uma nave alienígena repleta de construções misteriosas.

// Jules Verne

Retrato Jules Verne

Considerado por críticos como o inventor do gênero de ficção científica, além de escrever os contos, ele fazia predições de avanços científicos, como viagem à Lua, submarinos e máquinas voadoras.

Assim como outros escritores, várias adaptações de seus livros foram para o cinema, um exemplo é o filme Viagem ao Centro da Terra de 2008 ou Viagem à Lua de 1902, do pai do cinema, Georges Méliès.

Principais obras: Vinte Mil Léguas Submarinas, um capitão cria um submarino em segredo e, sabendo ou não, começa a destruir navios e embarcações, e A Volta ao Mundo em 80 Dias, o título é bem explicativo, mas aqui vai, um cavalheiro inglês e seu valete tentam navegar em volta do mundo em 80 dias.

// Robert A. Heinlein

Fotografia Robert A. Heinlein

O terceiro dos 3 Grandes é considerado o decano da ficção científica, por causa das suas contribuições para a área. O engenheiro pegou seu conhecimento em ciência e aplicou na literatura, juntou com o desejo de comentar sobre problemas sociais controversos, e resultou em obras fantásticas.

Heinlein praticamente reinventou o gênero de ficção científica social, com os discussões sobre política, sexo e raças. O próprio Asimov o reconheceu como o melhor escritor de ficção científica, da época que eles estavam vivos.

Principais obras: Estranho em uma Terra Estranha, o romance conta a história de um humano criado por habitantes de Marte, quando ele volta a Terra, tem que se adaptar a cultura terrestre, e Tropas Estelares, após um ataque a Terra ocorre uma guerra contra os Insetos em seu planeta, Klendathu.

Aproveite e veja também 6 séries de ficção científica para refletir sobre o futuro!

Esquecemos de algum? Comente qual o seu escritor favorito! Quem sabe a gente não faz uma parte dois…